sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

.cantada

Caramba,
com tudo se atualizando, encontrando rumos de perfeição, e se estreitando em tecnologia, bem que os garotos "bobinhos" ou todos do mesmo sexo, não só os garotos os mais grandinhos também, poderiam se atualizar na matéria cantada, abrissem mão da insistência, já sabemos... Bonecas não andam e mulheres gostosas não caem do céu;

Realmente o sexo feminino além de todas as mudanças continua defendendo a idéia do casamento perfeito e do amor eterno, mas nem por isso os homens deveriam achar que ficaríamos tremulas ou encantadas com coisas do tipo.


Não digo que sempre ou que funcionária agora, mas assistindo a tão famosa "t.v" me chamou atenção quando um cara de uns 45 anos, cabelos grisalhos, porém ainda em pé cantou a bela da praia se assim pode dizer cantando literalmente aquela musica - Tu és, divina e graciosa estátua majestosa do amor, por Deus esculturada e formada com o ardor,da alma da mais linda flor, de mais ativo olor e que na vida é a preferida pelo beija-flor - Ta é brega sim, admito, mas é delicado, é doce, como as mulheres gostam de ser tratadas. Não como pedaços de carne.

Quando digo se atualizar é -... puts! Olhar um pouco em volta, ser mais atencioso, descobrir do que ela gosta, não é a mesma coisa que ir ao açougue entende?

"O Projeto mais criativo que podemos empreender é de nossa própria vida"

[e sem dúvida conquistar os que participarão do projeto, faz parte da criatividade!]

2 comentários:

netunno disse...

hey, adorei o post!
sempre que vejo um cara gritando "ô lá em casa", "gostosa!" ou algo do tipo fico pensando se ele já conseguiu conquistar uma mulher assim.
mas não precisa se desesperar, ainda existem homens inteligentes.

"as melhores mulheres pertencem aos homens mais atrevidos".

Anônimo disse...

Docin, você tem uma boka maravilhosa. Desculpe-me o aparente erro, mas uma boka como a sua, por ser tão magnífica e especial, só pode ser escrita com K mesmo. Faz o seguinte, me manda um sorriso de volta, que eu te explico pessoalmente.